April 30th, 2003 | | No Comments »

Pérolas dos filhos de brasileiros que não aprenderam português:

– Que bagunça!

– What is that word, “bagu…”?

– Bagunça.

– Bagunça. What does that mean??

– Mess.

– My mom says that a lot. She comes to my room and says “Bagunça!”.

– Yeah, mine too.

Outra – de outro cara:

– “Bosta” means shit.

– Really? My Dad says that all the time!!!


April 30th, 2003 | | No Comments »

1947 Berna – Suiça “Não pense que a pessoa tem tanta força assim a ponto de levar qualquer espécie de vida e continuar a mesma. Até cortar os defeitos pode ser perigoso – nunca se sabe qual o defeito que sustenta nosso edifício inteiro…há certos momentos em que o primeiro dever a realizar é em relação a si mesmo. Quase quatro anos me transformaram muito. Do momento em que me resignei, perdi toda a vivacidade e todo interesse pelas coisas. Você já viu como um touro castrado se transforma em boi. Assim fiquei eu…Para me adaptar ao que era inadaptável, para vencer minhas repulsas e meus sonhos, tive que cortar meus grilhões – cortei em mim a forma que poderia fazer mal aos outros e a mim. E com isso cortei também a minha força. Ouça: respeite mesmo o que é ruim em você – respeite sobretudo o que imagina que é ruim em você – não copie uma pessoa ideal, copie você mesma – é esse seu único meio de viver. Juro por Deus que, se houvesse um céu, uma pessoa que se sacrificou por covardia ia ser punida e iria para um inferno qualquer. Se é que uma vida morna não é ser punida por essa mesma mornidão. Pegue para você o que lhe pertence, e o que lhe pertence é tudo o que sua vida exige. Parece uma vida amoral. Mas o que é verdadeiramente imoral é ter desistido de si mesma. Gostaria mesmo que você me visse e assistisse minha vida sem eu saber. Ver o que pode suceder quando se pactua com a comodidade da alma”. Clarice. A Lispector. (Os grifos são meus.)


April 30th, 2003 | | No Comments »



Está quase do tamanho do cabelo da bruxinha aí do lado.

PS: Detalhe que só percebi depois que postei: a gravatinha!


April 29th, 2003 | | No Comments »

Faltam duas semanas para terminarem as aulas. Nesse tempo eu tenho que: terminar dois relatórios (pra sexta), fazer um dever de casa (pra terça), terminar um projeto (pra outra semana), arrumar o laboratório (pra amanhã), fazer um outro projeto (pro dia 22), estudar pra dois exames (na semana do 22), fazer as outras lições de casa que aparecerem no meio. Eu também tenho que lavar roupa (pra ontem), fazer compras (idem), ligar pros Eibl, comprar o presente da Marcia e do Rubinho, comprar aquele software que eu tô querendo, ir à reunião dos brasileiros (quarta que vem e dia 21), mudar os quartos (passando a cama e a cômoda pro quarto menor sabe-se lá como). No verão eu vou terminar o inventário químico do laboratório, trabalhar desesperadamente, ler artigos, começar a escrever a tese, sair com os Eibl, sair com os Stanziola, talvez viajar, continuar com a reunião de brasileiros, pegar uma cor. Pro semestre que vem eu preciso arrumar meus papéis, descobrir que matérias vou fazer, comprar os livros, ver se alguém tem o material do curso pra emprestar.

Eu preciso não enlouquecer.


April 29th, 2003 | | No Comments »

A amiga que eu tenho há mais tempo no mundo todo casa sábado. E eu não vou.


April 28th, 2003 | | No Comments »


April 27th, 2003 | | No Comments »

For people who like to do things themselves, but get embarrassed reading Martha Stewart Living.

Que revista doida. Assino?


April 27th, 2003 | | No Comments »

A pergunta que não quer calar:

A festa estava mesmo ruim ou nós que estamos ficando velhos?

Ou:

Quem não bebe, não fuma, não dança e não paquera nem deveria se dar ao trabalho de sair de casa???


April 25th, 2003 | | No Comments »

Mais Buenos Aires:

1 No bairro de Belgrano, zona nobre da capital, existem jóias escondidas. A Susan Borghi é uma loja de antigüidades conhecida apenas pelos moradores do bairro e por colecionadores. Federico Lacroze 2.307. Tel.: 4777-8184.

2 Na rua Uruguai 469, 10 andar, a menos de um quarteirão da avenida Corrientes, é possível encontrar casacos, calças e saias de couro de excelente qualidade e a preços acessíveis. É bom ligar antes de ir: 4373-7354.

3 A sorveteria Piegari é famosa pela variedade de sabores que oferece. Salguero, esquina Cabello (Palermo). Recomendações: doce de leite, morango e chocolate branco.

4 Todos os dias, às 9h, em frente ao Lago Rosedal, os moradores de Palermo fazem aula de ginástica ao ar livre, de graça. Para chegar ao lugar, o melhor é pegar um táxi. Saindo do Centro, a corrida fica entre US$ 2 e US$ 3.

5 No bairro de San Isidro, na província de Buenos Aires, fica a Casa Pueyrredón, habitada até 1850 pelo general Juan Martín de Pueyrredón, ex-governador das Províncias Unidas do Rio da Prata. À beira do rio, a casa foi cenário de fatos históricos. A melhor maneira de chegar ao lugar é no Trem da Costa (o mesmo que vai a Tigre) e saltar na estação San Isidro. Rivera Indarte 48.

6 O Filo é um dos restaurantes mais charmosos do centro de Buenos Aires, em estilo fashion e menu rico em pizzas e massas. Na San Martin 975, a rua onde funciona o coração financeiro da cidade. Duas pessoas jantam muito bem pagando apenas US$ 15. Reservas pelo tel.: 4311-0312.

7 Há cerca de dois anos, a moda celta chegou a Buenos Aires. Longe do reduto celta mais conhecido pelos turistas, o pub The Shamrock é mais freqüentado pelos nativos. Os donos são autênticos irlandeses. Ampla variedade de bebidas, nacionais e importadas, de licor irlandês à cerveja argentina. Rodríguez Peña 1.220. Tel.: 4812-3584.

8 Bar, restaurante e boate, o Voodoo fica no coração do bairro de Las Cañitas, zona fashion da capital. Música techno e muito agito. Dica importante: a boate só começa a funcionar depois da meia-noite. Endereço: Báez 340. Tel.: 4772-2453.

9 Uma das grifes mais modernas da cidade, a Alta Gracia, já virou um must para as mulheres argentinas. Endereço: Arévalo 2.915. Tel.: 4899-2058.

10 Localizada na avenida Santa Fé quase esquina Callao, El Ateneo é uma livraria que tem sempre promoções, café e três andares de livros.


April 24th, 2003 | | No Comments »

Alguém aí tem um primo lindo disponível em São Paulo? Mas tem que ter bom gosto, ser sensível, artístico, musical, bonito, simpático, fiel, carinhoso, apaixonado e tudo de bom. Para moça de fino trato.