Cute, quaint, hungry, and romantic: the aesthetics of consumerism

November 10th, 2006 | | 2 Comments »

(leitura: circa 20/agosto/07)

Verborrágico, exagerado, dramático e ao mesmo tempo lúcido e acertando na mosca, Daniel Harris faz uma análise da estética do consumismo na sociedade. Pois o que se compra não é o produto, é a nossa própria imagem: fofinhos, únicos, românticos, para cada qual há um produto que reafirma nossas posições e opiniões.

Para ler antes de entrar na Gap ou antiquário.

(Para saber mais, um review melhor que o meu.)


2 Comments on “Cute, quaint, hungry, and romantic: the aesthetics of consumerism”

  1. 1 Belize Boy said at 18:16 on November 19th, 2006:

    Have a safe trip. enjoy DC and the cold weather….

  2. 2 Naeno said at 11:59 on November 26th, 2006:

    Ainda não tomei conheciento deste filme mas vou à cata dele, e depois de vê-lo de passarei a minha impressão.

    Um Beijo

    Naeno


Leave a Reply