Washington DC: os filmes.

August 28th, 2007 | | 1 Comment »

Uma ótima lista de filmes ambientados em Washington DC.


Éramos pocos y parió la abuela

August 27th, 2007 | | 1 Comment »

Se dice para dar a entender que a un mal existente se añade otro mayor.


Wu Wei, o pacto

August 23rd, 2007 | | No Comments »


WU WEI

The Sage is occupied with the unspoken
and acts without effort.

Teaching without verbosity,
producing without possessing,
creating without regard to result,
claiming nothing,
the Sage has nothing to lose.


Você nunca sabe o que vai acontecer

August 19th, 2007 | | No Comments »


Vamos combinar:

August 16th, 2007 | | 5 Comments »

Namoradas passadas de namorado atual: insanas.
Namoradas atuais de namorados passados: merecidas.
Namoradas atuais de paquerinhas atuais: mocréias.
Namoradas atuais de paquerinhas passados: feias.

Para não dizerem que estou com má-vontade, namoradas antigas de namorados passados e namoradas antigas de paqueras atuais escapam dos xingamentos e podem inclusive ser sexies e maravilhosas.


O ser bruxa

August 15th, 2007 | | No Comments »


Via a Samantha Stephens na tevê e achava o máximo, principalmente o poder de arrumar uma casa ou cozinha bagunçada com uma mexida de nariz.
Anos mais tarde alguns amigos deram pra me chamar de bruxa, e nem lembro como isso começou. Minhas bruxarias envolvem um pouco de intuição, um pouco de sensibilidade e muito truque de salão e resultam em adivinhações sobre quem vai ligar, quem está bem, quem está mal, sonhos estranhos e pequenas coincidências prosaicas. Uma bruxa cartesiana, se quiserem chamar assim.
Agora, envolta nas últimas coincidências e notícias, me dou conta de que eu sou melhor bruxa se não estou de todo bem. A carapaça que cai e me deixa vulnerável também me deixa mais aberta ao outro. Já tive época de imaginar meu cérebro e meu coração ligados como num desenho de Escher e época de me sentir como o fantasma no metrô em Ghost sendo atravessada pelos outros e seus problemas. Hoje não sinto nada disso mas também não sei explicar o que vou fazer comigo mesma. A palavra-chave é conexão, e internet é fichinha.


Cervejinha

August 9th, 2007 | | 3 Comments »

Hoje tomei uma cerveja com meus pais por telefone: eles abriram uma de
lá, certamente uma latinha bem gelada que eles dividiram; e eu tomei
uma de cá, comprada na farmácia mesmo.


Little consolation

August 7th, 2007 | | 2 Comments »

… Mas eu te garanto que onde quer que você vá, as pequenas coisas
estarão presentes. Trabalho, música, cerveja, o bartender que te
sorri, amigos, pessoas com filhos vivendo coisas singelas, jovens
ligeiramente bêbados no metrô, uma negra gorda na porta da padaria
dizendo bom dia, querida, Deus te abençoe, o sentimento de ter mil
problemas e flutuar ao mesmo tempo, amigos, um livro para passsar o
tempo. Sobretudo, você estará lá, para sentir.


Blogagem coletiva – Semana Mundial da Amamentação

August 7th, 2007 | | 6 Comments »

Eu não sei se nem quando vou ter filhos, não sei se quero. Mas amamentação é uma coisa que sempre ocupou um espaço enorme no meu imaginário. Fazer e ser o alimento de alguém deve ser uma sensação muito boa.

Adoro ler o blog da Denise e aprender mais sobre o assunto. Um post dela que me chamou a atenção foi quando ela deu a entender que mães que amamentam não têm que ser aquela coisa chata Hallmark, “mágica”, “sagrada”. É uma coisa natural, dá pra amamentar vendo novela, trabalhando, lendo livros, batendo papo. Como a mulher aí ao lado, que certamente é uma versão mais loira da mãe que eu talvez quem sabe serei. Ou não.


Quinze minutos

August 3rd, 2007 | | 1 Comment »