A realidade é imaginada

June 22nd, 2010 | | 4 Comments »

Este artigo sobre ambientalismo mental vem muito a propósito das últimas polêmicas. Este é um trecho da tradução mais ou menos que fiz. Os grifos são meus.

Temos de afastar imediatamente a noção de que o nosso ambiente mental é único para cada indivíduo. Assim como nós compartilhamos o nosso ambiente natural, também compartilhamos nosso ambiente mental, que é formado através da cultura que consumimos – os programas de televisão a que assistimos, os sites que freqüentamos e os símbolos e conceitos que compõem os nossos pensamentos. (Heidegger se refere a este aspecto compartilhado como nosso “eles-eu”.) Assim, o ambiente mental não é algo inteiramente dentro de nós, mas em vez disso, algo que está fora de nosso controle completo e é compartilhado por uma cultura. O perigo, e oportunidade, é óbvio. Se não há uma divisão estrita entre meu mundo interior e o mundo exterior e se não estou em completo controle sobre o meu mundo interno, então a forma como o mundo aparece para mim é contestável.


4 Comments on “A realidade é imaginada”

  1. 1 Alice Désirée said at 20:30 on June 22nd, 2010:

    O próprio conceito de cultura é imaginário..
    =1

  2. 2 Berzins said at 12:01 on June 23rd, 2010:

    Não sei se você já leu sobre os “backgrounds” compartilhados quimicamente com DMT de McKenna. Esse espaço informacional, como padrão, é guardado bioquimicamente, e acredito que de alguma forma ele seja compartilhado sutilmente.

    Bom texto.

  3. 3 Lara said at 12:26 on June 23rd, 2010:

    Ué, mas alguém pensou que a gente teria controle completo sobre alguma coisa?

  4. 4 Lara said at 12:27 on June 23rd, 2010:

    Ah, tá. É a tradução de um texto americano, claro. rsrs


Leave a Reply