June 5th, 2003 | | No Comments »

Anteontem assisti o que não se confessa: Miss Universo!

Sem mencionar a cafonice de tal feito, a objetificação da mulher, etc, etc, vamos aos outros comentários.

1) Ser alta não significa necessariamente ser bonita, certo?? O que eu estou tentando dizer é que num mundo onde ser miss já não é tudo, e as meninas querem mesmo é ser modelo, deviam tentar valorizar as belezas individuais. As misses parecem todas clones umas das outras, e às vezes têm cara de travesti até não poder mais. E meus protestos veementes ficam aqui registrados porque alisaram os cabelos da Miss América, que é latina e tem uns cachinhos lindos. Pelo menos foi só pra umas fotos, não pro concurso.

2) Das 15 finalistas, não sei quantas eram magríssimas e pelo menos uma era anoréxica mesmo, com certeza.

3) Um montão das fantasias tinham adereços de cabeça a la Carmem Miranda.

4) Deviam desistir de usar perguntas elaboradas pelas misses. Uma é mais estúpida do que a outra.

5) Frisaram muito que estavam usando “tradutores de precisão”. Precisão de aprender mais, isso sim. O sujeito que traduzia as pobres das latinas interrompia as coitadas, roubando tempo das perguntas, e ainda traduzia tudo errado.

6) Mas a melhor parte da noite foi o Gastón ter achado a Miss Universo feia. Agora eu não me canso de perguntar: “e aí, eu sou mais bonita que a Miss Universo???”. E ele: “éééé!”.

Comentários de um site “especializado” aqui.



Leave a Reply