March 28th, 2004 | | No Comments »

Ontem, chez Amarildo:

vinho, Régis, Ana, crudités ao curry, Pablo, muitas risadas, Gastón, pizza congelada, histórias de brasileiros indo ao cinema, de amaaaaaar margarina, do JC que se estrepou todinho no filme (sem link pra não constranger ninguém), de quem conhece a sinagoga de quem.

Fomos dormir às 4 da manhã.


March 26th, 2004 | | No Comments »

De como economizar.

Tenho lido um monte de artigos sobre dinheiro, como economizar, aposentadoria, essas coisas. Não que eu esteja a ponto de me aposentar, veja bem, mas eu quando encasqueto com alguma coisa…

Já estou no ponto em que as informações começam a se repetir. É sempre a mesma coisa: preste atenção, não fique devendo, “pague” a si mesmo. Isso de pagar a si mesmo faz sentido, se a gente deixa pra economizar o que sobra no final do mês não adianta, tem que colocar o dinheiro logo na poupança e nunca mais pensar nele!

Hoje estava na livraria e vi mais um livro dos milhares sobre esse assunto, porque aqui nesta terra o povo deve até as calças. Dei uma folheada e o cara estava tentando convencer as pessoas a economizar 14 dólares por dia. E continuava: “você deve estar pensando ’14 dólares por dia?? Esse cara está louco!’ mas eu vou explicar mais adiante como se faz” e por aí ia.

Fechei o livro, olhei o preço. 20 dólares. That’s my 14 dollars right there, mister, and then some.

Economizei!


Surreal

March 26th, 2004 | | No Comments »

Surreal

Entrar no laboratório e encontrar um colega coreano ouvindo A Cor do Som, amarradão.


March 25th, 2004 | | No Comments »

Leitura à primeira vista.

Olho as minhas mãos atenta

como se pudesse contar assim

quantos átomos dela há em mim.


March 24th, 2004 | | No Comments »

Na verdade…

… as pequenas frases feitas do cotidiano são irritantes demais, como já disseram as Mothern.

Em inglês acontece a mesma coisa. Por isso fundaram o site Plain English que, entre outras coisas, publica uma lista de A a Z de expressões a serem evitadas. Não concordo com todas elas, mas uma coisa é certa: se eu conseguir usar cada uma dessas palavras na minha tese, minha orientadora vai dar pulos de felicidade. Ela adora palavrinhas empompadas.

(Dica do Régis, webmaster da MBS)


March 21st, 2004 | | No Comments »

Um estudo de caso sobre liberdade digital.

Do blogueiro que chuta bundas e comanda o batatal.


March 21st, 2004 | | No Comments »

You gotta be

You gotta be bad, you gotta be bold

You gotta be wiser, you gotta be hard

You gotta be tough, you gotta be stronger

You gotta be cool, you gotta be calm

You gotta stay together

All I know, all I know, love will save the day


March 16th, 2004 | | No Comments »

Eu vou viver 91,5 anos.


March 16th, 2004 | | No Comments »

Alguma coisa funciona muito mal na minha cabeça. Eu não penso mais “hmmm, eu gostaria de saber mais sobre este assunto”.

Eu penso o que eu vou digitar na janelinha.


March 16th, 2004 | | No Comments »

Pensamento positivo anti-encasquetativo:

– Não encasquetar, não encasquetar, não encasquetar…

Não está funcionando!