April 30th, 2004 | | No Comments »

Conte comigo: 1, 2…



A felicidade redonda veio em forma de CD desta vez.


April 27th, 2004 | | No Comments »

Vai começar de novo…

Os encontros e despedidas já estão por aí. Já tem gente que conheci aqui indo embora.


April 26th, 2004 | | No Comments »

Fim de semana agitado. Sexta caindo pelas tabelas mas ainda consegui ir pra casa do Alex dar umas risadas e fumar hookah, completamente legal, em todos os sentidos. Sábado, festinha da japonesa maluca, Aya, vimos uns amigos brasileiros e conheci gente mais ou menos interessante, mas não tanta. Domingo jantar delicioso na casa de uma americana muito jóia mas bem americana, dessas que ficam tão sem-graça de te abraçar que acaba te dando umas cacetadas.

Ok, não vou reclamar da minha vida social. Agora só falta trabalhar um pouquinho…


April 26th, 2004 | | No Comments »

Comprei tambem A Ma Zone. Meu segundo CD de Zap Mama. Cadê o moço do correio???


April 26th, 2004 | | No Comments »

Private dancer

Era uma propaganda da Gap: um mocinho dançando enlouquecidamente e uma musiquinha simpática. Eu corria pra ver. Agora ele está aqui, à disposição para entre sessões de estudo pra lá de tediosas.

Se você não tem o tocador de QuickTime, faça o download e divirta-se.


April 25th, 2004 | | No Comments »

Eu sou uma criança feliz. Estou ouvindo meu primeiro CD de Zap Mama.


April 25th, 2004 | | No Comments »

E digo mais…

—Eso no puede ser -respondió don Quijote-: digo que no puede ser que haya caballero andante sin dama, porque tan proprio y tan natural les es a los tales ser enamorados como al cielo tener estrellas, y a buen seguro que no se haya visto historia donde se halle caballero andante sin amores; y por el mesmo caso que estuviese sin ellos, no sería tenido por legítimo caballero, sino por bastardo, y que entró en la fortaleza de la caballería dicha, no por la puerta, sino por las bardas, como salteador y ladrón.


April 24th, 2004 | | No Comments »

Miguel de Cervantes Saavedra

—Mira, amiga —respondió don Quijote—: no todos los caballeros pueden ser cortesanos, ni todos los cortesanos pueden ni deben ser caballeros andantes: de todos ha de haber en el mundo; y, aunque todos seamos caballeros, va mucha diferencia de los unos a los otros; porque los cortesanos, sin salir de sus aposentos ni de los umbrales de la corte, se pasean por todo el mundo, mirando un mapa, sin costarles blanca, ni padecer calor ni frío, hambre ni sed; pero nosotros, los caballeros andantes verdaderos, al sol, al frío, al aire, a las inclemencias del cielo, de noche y de día, a pie y a caballo, medimos toda la tierra con nuestros mismos pies; y no solamente conocemos los enemigos pintados, sino en su mismo ser, y en todo trance y en toda ocasión los acometemos, sin mirar en niñerías, ni en las leyes de los desafíos…

Don Quijote parte 2 cap VI

Roubado descaradamente da Meguita, que põe umas coisas no SubRosa só pra me fazer chorar… ;)


April 24th, 2004 | | No Comments »

Estou ficando cada vez mais parecida com a minha irmã quando adolescente. Uma coisa é ficar grudada na tv assistindo a seriados, mas agora desenvolvi o pior de tudo: a síndrome de pata-do-chico-arede…


April 24th, 2004 | | No Comments »

Como sempre, eu sobrevivi. E quem disse que eu não ia?