June 7th, 2004 | | No Comments »

Quando em Roma…

Tenho um par de amigos canadenses e não entendia esse negócio de hóquei. Vi na tv em um bar uma vez, e acostumada com futebol que sou, mal conseguia ver a pastilhinha, que dirá entender o jogo. Sábado foi o jogo 6 da final do campeonato, isso mesmo, a final não tem só ida e volta, tem SETE jogos, e eu cismei de assistir na tv. Lógico que só consegui ver o primeiro pedaço, mas quase morri de rir. Muito comercial, todos os caras são barbudos (porque é tradição não se barbear quando seu time se classifica para a final, à la Tande), uns caras são velhos para o padrão de outros esportes (40 anos, 22 de carreira), tem um brasileiro na liga. Mas o que me impressionou, mesmo, foi que o que chamam de violência me pareceu ter um caráter extremamente homoerótico: eles vêm patinando a toda e dão encontrões homéricos, chapando o oponente na parede de acrílico. Digam que não lembra a célebre frase “me joga na parede e me chama de lagartixa”??? Se der, assisto a final, a última mesmo, hoje na casa do Alex.



Leave a Reply